praia
13 de fevereiro de 2019 Última atualização: 11:08
Por Eleni Nogueira
Foto: Celso Moraes

Impossível falar da exuberante São Sebastião sem dar destaque especial para suas 34 praias de rara beleza e infraestrutura na medida certa. Maresias,  a joia da costa sul, é uma das referências. A praia tem quatro quilômetros de extensão, possui ondas tubulares, areias brancas e fofas, mar azul e vegetação abundante em seu entorno. 


O bairro, de mesmo nome, espremido na estreita faixa entre a rodovia Rio-Santos e a Serra do Mar, reúne muitas qualidades, também presentes nas regiões serranas do interior do estado, como trilhas e cachoeiras, na expressão máxima da natureza exuberante. As muitas pousadas, hotéis e restaurantes diferenciados garantem o bem-estar.  

Igreja Matriz de São Sebastião, no Centro
Igreja Matriz de São Sebastião, no Centro Foto: Pedro Rezende



Na área central da cidade, destaque para a história, presente na arquitetura do século XVII, inspirada na europeia. Passado e presente se mesclam e transformam a cidade em um museu a céu aberto. São 29 prédios, erguidos em sete quarteirões tombados pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico e Turístico do Estado de São Paulo – Condephaat. Passeio imperdível.

Portinho de acesso ao Montão de Trigo
Portinho de acesso ao Montão de Trigo Foto: Celso Moraes


O paraíso reserva, ainda, as paisagens inesquecíveis garantidas por  rios, cachoeiras e ilhas paradisíacas, como As Ilhas, com suas águas cristalinas, que acariciam levemente as areias brancas de duas praias no meio do oceano. As ilhas Dos Gatos e Das Couves são ideais para pescaria e, no Montão de Trigo, a surpresa de uma comunidade caiçara parada no tempo.

Foto: Rafael Mingone

Cachoeira na Trilha do Ribeirão de Itu, em Boicucanga


Entre as opções para os adeptos de mochila nas costas e pé na estrada, há muitas trilhas pela Mata Atlântica, na costa sul. Uma boa escolha é a trilha do Ribeirão de Itu e suas três cachoeiras: Pedra Lisa, Samambaiaçu e Serpente, em Boiçucanga, com acesso pela estrada do Cascalho. Tem queda d’água com mais de 15 metros, cenário perfeito para contemplação e muitas fotos. Para atingi-las, é imprescindível a contratação de guias de ecoturismo locais e com experiência. A natureza impõe limites a ser respeitados.

O caminho que leva à praia Brava, área de proteção especial, localizada entre as praias de Maresias e Boiçucanga, é outro roteiro de aventura. São três quilômetros de extensão em uma subida íngreme com diversidade de ecossistemas. Na chegada, o esforço é compensado com o belo visual da praia e a possibilidade de um refrescante banho de cachoeira.

Também é possível descobrir a trilha para Paúba. Pouca gente sabe, mas, saindo do Canto da Barra, é possível acessar uma trilha ampla, de intensidade leve, que leva à vizinha praia de Paúba. O percurso, realizado em cerca de 30 minutos, pode facilmente ser feito na companhia de crianças pequenas. Do alto do morro, no mirante, é possível vislumbrar toda a extensão de Maresias e as ilhas de Alcatrazes e Montão de Trigo.


Para quem está em Maresias, o CIT – Centro de Informações Turísticas de Maresias -, localizado na praça do Surfe, oferece opções diversas de passeios e atrativos, realizados pelas empresas de receptivo turístico da praia.

Foto: Divulgação


Com a MaresiasTur (maresiastur.com.br), o turista pode contratar o serviço de trilhas com rapel - em cachoeira ou em um mirante no meio do oceano- além de voo livre sobre a praia de Maresias e percursos de arvorismo, escalada e tirolesa, sempre com equipamento incluso.

São eles que farão suas experiências inesquecíveis. Errar na escolha de um produto ou serviço pode prejudicar qualquer experiência. Nossos parceiros lhe garantirão momentos ímpares.