passeio
27 de maio de 2019 Última atualização: 09:31
Por Da Redação
Ilhabela
Ilhabela Foto: Bruna Vieira Guimarães


Que tal modificar a velha rotina de permanecer sempre nos mesmos locais durante o período de férias no litoral paulista? A bordo, há sempre uma paisagem diferenciada, uma aventura inusitada, um novo olhar sobre o familiar. 


Privilégios de quem opta por apreciar o litoral paulista por outro ângulo: do mar para o continente. E opções não faltam. A rota entre Santos e Ubatuba, por exemplo, conta com 27 marinas, mais de 200 garagens náuticas e iates clubes de primeira categoria, além de restaurantes especializados em frutos do mar, com acesso fácil para navegadores.


Não ter embarcação própria não é motivo para deixar de realizar seu sonho de consumo. Por todo o litoral paulista, há inúmeras empresas especializadas em locação de veleiros e lanchas ou mesmo roteiros de passeios curtos em escunas, com paradas em lugares magníficos como a praia de Iporanga, no Guarujá; Ilha Tamanduá, em Caraguá, ou As Ilhas, em São Sebastião, entre tantos outros.


O vasto litoral de São Paulo representa um potencial incrível para a atividade de turismo náutico, já que possui todas as características procuradas pelos navegadores habituais de fim de semana, ou por aqueles de passagem pela região.


Guarujá

As escalas naturais são perfeitas para quem, por exemplo, sai de Santos com destino a Ubatuba. Depois de deslizar pelas águas tranquilas do belo estuário santista, o navegador apreciará o movimento frenético das badaladas praias de Guarujá. Que tal uma paradinha no Canto do Tortuga, na praia da Enseada, reconhecido por seus tradicionais restaurantes com pratos a base de frutos do mar?    

Canto do Tortuga, em Guarujá
Canto do Tortuga, em Guarujá Foto: Pedro Rezende


Pode-se optar por deixar o mar de lado e percorrer o extenso Canal de Bertioga, rico em manguezais, aliás, dos mais exuberantes do país. No meio do caminho, as marinas de Guarujá oferecem um visual requintado, com estruturas de luxo, restaurantes e postos de abastecimento. 

Proximidades da Ilha do Arvoredo, no Guarujá
Proximidades da Ilha do Arvoredo, no Guarujá Foto: Pedro Rezende


Bertioga 

Em Bertioga, depois de apreciar o Forte São João, que fica no cotovelo onde as águas do canal se encontram com o mar, vale uma visita à Riviera de São Lourenço, um condomínio-modelo quando o assunto é meio ambiente. Imperdível, também, é uma  parada na disputada baia de águas mansas da praia do Indaiá. Um dos pontos prediletos dos amantes do mar, possui barzinhos e restaurantes.

Cantão do Indaiá, em Bertioga
Cantão do Indaiá, em Bertioga Foto: Pedro Rezende


Deixando Bertioga para trás, o próximo ponto abrigado é a “As Ilhas”, já em São Sebastião. Depois vem Ilhabela, com interessantes opções de fundeio, dependendo das condições meteorológicas. A seguir, a Ilha do Tamanduá, em Caraguatatuba, como abrigo de passagem; o Saco da Ribeira, em Ubatuba, ou antes, a Enseada da Fortaleza.

Litoral norte

Yate Club de Ilhabela
Yate Club de Ilhabela Foto: Pedro Rezende


O litoral norte paulista está entre o mais belos do mundo devido à exuberância de cenários. Mais de 200 lindas praias enfeitam Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba.

Em Caraguatatuba, o bairro da Tabatinga funciona como centro do turismo náutico da região, pois concentra mais de 20 empresas do setor. Logo em frente tem a Ilha do Tamanduá, um excelente dica de passeio. Outro destino bem frequentado é o roteiro das oito praias: Figueira, Mansa, Lagoa, Ponta Aguda, Pulso, Raposa, Simão e Caçandoca, na divisa entre Caraguá e Ubatuba. Estes paraísos selvagens são acessíveis por embarcações ou trilhas.



A partir de Tabatinga, chega-se a Santos, ou a Angra dos Reis, já no litoral fluminense, em apenas 2 horas e 30 minutos, a bordo de uma lancha “Sigarrete 36”, modelo esportivo, com dois motores de 200 cavalos. Já numa embarcação de porte médio, que atinge a velocidade de 85 km/hora, o tempo é de 20 minutos. Desse ponto de partida, é possível refrescar-se numa das 45 praias ou cerca de 400 cachoeiras do arquipélago de Ilhabela.


Em outro percurso, de 1 hora de navegação, chega-se à Vila de Picinguaba, uma das mais de 90 praias de Ubatuba, bem próxima à divisa com Paraty. Com quase 100 km de costa, Ubatuba, que em guarani significa “terra de muitas canoas”, possui praias boas para o surfe, 16 ilhas, 7 ilhotas e uma infinidade de sacos e enseadas propícios para receber iates e veleiros dos mais diferentes tamanhos e calados.


Se a opção for atingir a fascinante região de praias da Costa dos Alcatrazes, na região norte de São Sebastião, o tempo de viagem numa lancha rápida  também é de 1 hora. Neste trecho, as ancoragens mais frequentes são na Praia de Maresias, no conjunto de ilhotas conhecido como As Ilhas, e nas proximidades do centro histórico, local que abriga marinas.

São eles que farão suas experiências inesquecíveis. Errar na escolha de um produto ou serviço pode prejudicar qualquer experiência. Nossos parceiros lhe garantirão momentos ímpares.